PDF Imprimir E-mail

Cirurgia a "laser"

   Jargão enraizado no ideário popular, a cirurgia por "laser" representa o método vídeo-laparoscópico de intervenções cirúrgicas.

   O método consiste na utilização de instrumental cirúrgico que basicamente é constituído de um monitor de vídeo, um insuflador, uma fonte de luz, uma câmera, uma ótica e o instrumental cirúrgico especialMétodo vídeo-laparoscópico de cirurgia (pinças, tesouras) propriamente dito.

   A fonte de luz e a câmera são conectadas a um sistema de lentes (ótica) que uma vez introduzida no  abdome, transmite as imagens de dentro da cavidade abdominal para o monitor de vídeo. O cirurgião, utilizando-se de pinças longas e finas, e do espaço criado dentro do abdome pela insuflação de gás, realiza os procedimentos necessários olhando para o monitor.

   O método, por ser menos invasivo, isso é, permite o acesso aos órgãos intra-abdominais com cortes na parede abdominal menores, trouxa uma verdadeira revolução para a cirurgia, permitindo uma recuperação mais rápida do paciente.

   Ressalta-se que as correções das doenças intra-abdominais em ambos os métodos, tradicional (aberto) e vídeo-laparoscópico, se realizam da mesma maneira, modificando apenas o método que o médico cirurgião faz a correção.

   Em algumas situações o médico necessita realizar a conversão de uma cirurgia do método vídeo-laparoscópico para o método aberto, decisão de cunho unicamente cirúrgico, que visa a manutenção da segurança do paciente.

 

Ache o que você deseja.

  • Orientações ao paciente
  • Orientações ao paciente
  • Orientações ao paciente